Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
  • Luiz Carlos Nicodemos - PSD
  • Vereadores
    LEGISLATURA 2017-2020
    Presidente Atual
    Luiz Carlos Nicodemos
Data: 21/09/2017 Hora: 00:00:00
Legislativo mais próximo do povo
Vereadores em visita ao aterro municipal, conversam com catadores que atuam no local
Webline Sistemas

É comum ouvir de muitos eleitores que os políticos só saem às ruas para pedir votos em época de eleição e depois desaparecem. Porém, uma iniciativa da atual gestão da Câmara Municipal de Cândido Mota procura quebrar este paradigma. Buscando mais proximidade com a população, na última terça-feira, 19, os parlamentares visitaram alguns pontos do município, esclareceram informações a respeito de um projeto que precisa ser votado, verificaram condições de limpeza pública e ouviram a população nas ruas. Fizeram parte da ação o presidente da Câmara, Carlos Gordo e os vereadores Eraldo Enfermeiro, Deri da Popular, David Leiteiro, Lu Zachetta e Pastor Odair.

Para o presidente da Câmara Municipal de Cândido Mota, o vereador tem que buscar mais recursos e correr atrás das necessidades da população para cumprir seu papel. “Para isto, ele tem que estar mais presente com o povo, trabalhar próximo à comunidade. Isto faz com que ganhemos a confiança e respeito das pessoas, mesmo que não consigamos resolver todos os problemas", acredita Carlos Gordo. Ele lembra que ao longo desse ano outras visitas semelhantes já foram efetuadas, como no Parque Ambiental Panaro e às Unidades Básicas de Saúde (UBS), entre outras. “Nestes locais, o objetivo foi fiscalizar o andamento das obras e o atendimento à população”, explica o presidente.

Visita ao aterro municipal

O primeiro ponto visitado pelos vereadores na manhã de terça-feira foi o aterro municipal. Vereadores conversaram com catadores da associação que ali atuam para conhecer melhor o trabalho realizado a fim de obterem mais embasamento para votar um projeto que tramita na Câmara, apresentado pelo prefeito. Tal projeto dispõe sobre a fixação de valores para as empresas que fazem o depósito de resíduos de materiais de construção e entulhos no aterro municipal. De acordo com o vereador David Leiteiro, a proposta do executivo, neste projeto, fará com que a associação que ali atua deixe de receber uma porcentagem dos caçambeiros para executarem a triagem desses resíduos, passando a taxar as empresas prestadoras de serviços de recolhimento de entulhos, galhos e resíduos inertes. Hoje, estas mesmas empresas pagam uma porcentagem à associação de catadores para fazerem a separação. “A própria prefeitura diz já estar efetuando esta triagem com servidores públicos. No entanto, conversando com os catadores no local, constatamos que eles mesmos continuam a executar esta tarefa. Ou seja, há um desencontro de informações que precisamos averiguar cuidadosamente antes de aprovarmos ou não o projeto apresentado pelo prefeito”, avalia o vereador David Leiteiro, que é também presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara. Segundo o vereador, as comissões de trabalho da Câmara têm tido todo cuidado ao aprovar ou rejeitar os projetos apresentados na Casa de Leis, sempre analisando criteriosamente a matéria, convocando ou indo até as pessoas envolvidas para esclarecer ou confirmar informações. “É uma questão de responsabilidade do vereador”, explica David Leiteiro.

Os vereadores também ouviram os catadores a respeito de alguns recursos que necessitam para melhorar o trabalho, como mais uma máquina pá carregadeira e um caminhão caçamba e também solicitam que um caminhão pipa molhe com mais frequência o local para diminuir o pó. “O trabalho que os catadores realizam precisa ser melhor reconhecido, pois é muito importante para o município, uma vez que ajudam a dar o devido destino aos resíduos, que é um dos grandes problemas de todos os municípios atualmente. Temos que nos esforçar para dar melhores condições a estes trabalhadores”, afirma o presidente da Câmara Carlos Gordo.

 

Nas ruas

Saindo do aterro, os vereadores passaram pela rua Duque de Caxias, no Jardim Aeroporto, onde constataram uma situação bastante complicada. “Em quase toda a extensão da linha férrea há um enorme acúmulo de entulhos deixados pelos próprios moradores, com grande risco à saúde da população. Há todo tipo de entulhos, desde móveis até veículos inutilizados”, comenta o presidente da Câmara. Ao longo dessa rua, os vereadores encontraram-se com moradores dos bairros próximos, que elogiaram a iniciativa de estarem presentes na comunidade e fizeram algumas reclamações, como o lixo ali acumulado pelos próprios moradores do bairro, banheiros da praça muito sujos e já sem torneiras e também o transtorno da população com os moradores de rua fixados naquele local. Os vereadores se comprometeram a encaminhar todas as reivindicações ao Prefeito para que sejam tomadas as devidas providências. “É necessário agir com urgência naquele local, pois a situação é bem crítica e já vem de muito tempo”, concordam os vereadores, destacando que é necessária também a conscientização dos moradores a respeito da irregularidade e do risco de ocupar o espaço para depósito e guarda de entulhos e lixo.

 

Mais fotos:

Vereadores pedem informações sobre trabalho dos catadores no Aterro Municipal para embasar votação de projeto

 

Vereadores observam os entulhos depositados à beira da linha férrea, na rua Duque de Caxias (Jardim Aeroporto): situação crítica à saúde pública.

 

 

Vereadores observam lixo e terra acumulados à beira da rua Duque de Caxias, no Jardim Aeroporto

 

 

Vereadores ouvem moradores que passavam pelo local

IMG_0824

Enviar esta notícia para um amigo

Reportar erro

Data: 21-09-2017 00:00:00



Próxima Sessão

06/11/2017 (2ª feira)
19 horas
Sessão Ordinária
Plenário Câmara Municipal de Cândido Mota